<!–:pt–>ILUSIONISTAS, 2012. <!–:–><!–:en–>ILUSIONISTS, 2012. <!–:–><!–:es–>ILUSIONISTAS, 2012. <!–:–>

Tudo fixo, e de repente.
Um encontro, uma celebração, murmúrios, palavras que se transformam em gestos e canções, uma escrita desviante, corpos-situações, feitiços, coisas que se movem. As vozes, vozes, os nomes, nomes. Uma coisa, uma alegria parecida à violência.
Para a criação de Ilusionistas atravessamos diferentes etapas, buscando perceber variados modos de viver e assim nos situarmos em nosso tempo. Trabalhamos o movimento e o gesto atentos a diferenças e complementaridades, ao olhar e aos pontos de vista cambiantes. Interessamo-nos por possibilidades de ir mais além dos sentidos. Aqui estamos, entre fantasias e bem vindos mal-entendidos.

Ilusionistas se apresenta como coisa, coisa viva.

Ilusionistas propõe uma experiência através da linguagem e da representação, entre o ver e o ser visto e a incessante construção do eu e do outro. O espaço e a cena se revelam em constante transformação.

Ilusionistas é o quarto projeto em que João Lima e Vítor Roriz se encontram. Contemplado com o Prêmio Funarte Klauss Vianna, estreou no dia 2 de agosto de 2012  no Teatro Hermilo Borba Filho, em Recife, tendo em seguida uma  temporada de 12 apresentações. Ilusionistas já foi apresentado em diferentes centros de arte e festivais em Barcelona, Rio de Janeiro e Lisboa.

[ FICHA TÉCNICA ]

elemento 6-02

Criação e interpretação  João Lima e Vítor Roriz
Direção artística  João Lima
Desenho de som  Claudio N
Desenho de luz — João Lima e Vítor Roriz
Colaboração  Marcelo Pedroso (pesquisa), Johann Maheut (cenografia), Clara Simas (figurino).
Fotografias  Breno César e Tristán Peréz-Martin
Design gráfico  Cecília Torres
Revisão do projeto  Marta Vieira
Filmagem e edição  Daniel Bandeira
Residências  Centro Cívico Barceloneta e Centro de Formação e Pesquisa das Artes Cênicas Apolo-Hermilo.

Prêmios

✳  Projeto contemplado pelo Prêmio Funarte Klauss Vianna 2011.



<!–:pt–>AMOR E RESTOS HUMANOS, 2002.<!–:–><!–:en–>AMOR E RESTOS HUMANOS, 2002.<!–:–><!–:es–>AMOR E RESTOS HUMANOS, 2002.<!–:–>
NATUREZA MONSTRUOSA, 2011.
DIA ZERO, 2012.
SANDCASTLE, 2007.