MORDER A LÍNGUA, 2014

Corpo, boca, morder, língua, linguagem, palavras, verbos, ações.

Morder a Língua tem como eixo fundamental a tensão entre diferentes planos da linguagem coreográfica. Abrir intervalos entre significado e significante através de relações inusitadas entre gestos e palavras. Interrogar as possibilidades de expressão e comunicação e refletir sobre a alteridade: o que se transmite de um corpo a outro?

Ficha Técnica

Criação
Cecilia Colacrai, Anna Rubirola e João Lima

Interpretação
Anna Rubirola e Cecilia Colacrai

Direção artística e dramaturgia
João Lima

Colaboração nos textos
Pablo Colacrai

Desenho de som
Andy Poole

Fotos e vídeos

Tristán Pérez-Martín

Produção
Dancer Danger

Residências
La Visiva, La Caldera, Centre Cívic Barceloneta e L´Estruch

Apoio
Iberescena

Agradecimentos
Núria Bernaus, Pablo (MO) Ramirez, Mireia de Querol, Guillem Mont De Palol, El Conde de Torrefiel, Oscar Abril Ascaso e Llorenç Parra.



COME CLOSER, 2007.
CASA GRANDE & SENZALA, 2001.
A HISTÓRIA DO ZOOLÓGICO, 2001.
PEOPLE LIKE US, 2005.