NATUREZA MONSTRUOSA, 2011.

Era uma vez um lugar com um pequeno inferno e um pequeno paraíso

— HERBERTO HELDER

Natureza Monstruosa, espetáculo de grupo dirigido pela coreógrafa e performer Marcela Levi propõe corpos alterados por sua própria força fabulatória. Pontuado por micronarrativas e ficções o trabalho oferece diferentes possibilidades de leitura do que se passa em cena. Aqui a performance torna-se o espaço de um intenso cruzamento entre linguagens. Elementos visuais e plásticos, teatrais e coreográficos se enlaçam de modo a criar uma partitura polimórfica, pensada não como um aglomerado de fragmentos que tendem a se harmonizar mas como linguagens que incessantemente se atravessam.

 

[ FICHA TÉCNICA ]

elemento 6-02

Direção artística  — Marcela Levi  

Co-direção  Lucía Russo

Interpretação e co-criação  Clarissa Rêgo, João Lima e Laura Samy

Colaboração dramatúrgica  Laura Erber 

Projeto de luz  — Andrea Capella e Tábatta Martins

Operação de luz — Jorge Raibott

Música  Marcela Levi

Sonoplastia — toda a equipe

Sonorização — Fernando Capão

Concepção espacial e objetos cênicos — Marcela Levi e Lucía Russo

Consultoria cenográfica — Ana Machado

Cenotécnico — Custodio Vieira

Estagiário — Vinny Rigo

Programação Visual — Paula Delecave

Fotografia  — Paula Kossatz

Direção de produção  Marta Vieira

Produção executiva e administração — Refinaria Produções LTDA

Duração aproximada — 50 minutos

 Residências artísticas — Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro e MANIFESTA! (Ocupação Teatro Cacilda Becker – FUNARTE)

Agradecimentos — Aline Carrocino, Ana Maria Pereira, Astrid Toledo, Bia Radunsky e toda a equipe do Espaço SESC, Bruno Rezende, Carmem Luz e toda a equipe do Centro Coreográfico RJ, Carolina Dias, Daniel Lima, Denise Stutz, Diana De Rose, Diogo Alves, Dyonne Boy, Escola de Cinema Darcy Ribeiro, Frederico Paredes, Ginetta Levi Mortera, Guilherme Stutz, Guillermo Russo, Gustavo Ciríaco, Helena Pontes, Irene Ferraz, João Saldanha, MANIFESTA!, Marília Albornoz, Naiá Delion, Núria Bernaus, Sérgio Rezende e Volmir Cordeiro.

Apoio — Espaço SESC

Prêmios

✳ Este projeto foi contemplado pelo Fomento à Dança 2011 (FADA), da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro.

 



AZUL COMO UMA LARANJA, 2009.
SANDCASTLE, 2007.
DIA ZERO, 2012.
RODOLFO MESQUITA E MONSTRUOSAS MÁSCARAS DE ALEGRIA E FELICIDADE, 2013.