NOTURNO, 2003.

Noturno é um teatro de vazios. Surgiu do nada, sem texto e sem tema, apenas como ritual. Construiu-se a partir do desejo de entender, através da arte, o vazio. Realiza-se com a imensa necessidade de preencher os vazios do palco e da vida, e ao mesmo tempo, tem no vazio, no não dito e na respiração seu principal tesouro. O que temos a oferecer é o encontro de nossos vazios e de nossas presenças, na busca por um espaço de reflexão. Descobrimos que ser ator é ser autor. Assim, Noturno expõe nossa necessidade urgente de sentir o teatro pulsar, o corpo ser teatro e o teatro ser coletivo. Precisamos festejar isso!

[ FICHA TÉCNICA ]

elemento 6-02

Criação — Escambo Cia de Criação

Direção — João Lima

Elenco  Andreza Maurício, Calixto Neto, Carlos Ferreira e Valéria Vicente Cenografia: Uliana Omanguim

Figurinos  Uliana Omanguim e Marcondes Lima

Trilha Sonora  Fábio Trummer

Músicos  Berna Vieira, Marcelo Campello e Fábio Trummer

Preparação Vocal  Carlos Ferreira

Preparação Corporal  Calixto Neto e Valéria Vicente

Iluminação — Elias Mouret, Eron Januário e João Lima

Design Gráfico  Laura Souza e Mateus Marques



Os comentários estão desativados.

ELES NÃO SABIAM DE NADA, 2004.
ESTIMADA VENTAFOCS, 2008.
SENHORA DOS AFOGADOS, 2000.
PEOPLE LIKE US, 2005.
pay for paperscustom writingedit my paperedit my paperedit my paperedit my paper