PALAVRA PLÁSTICA, 2009.

Direção de Leo Falcão

Documentário, cor, 18mm, PE, 2011

Aí, reuno a argúcia dos meus dedos e a precisão astuta de meus olhos, e fabrico estas rosas de alumínio que, por serem metal, negam-se flores – mas, por não serem rosas, são mais belas por conta do artifício que as inventa. A partir de imagens poéticas propostas por 20 artistas, constrói-se um argumento lírico sobre a vida do poeta Carlos Pena Filho.



NOTURNO, 2003.
SENHORA DOS AFOGADOS, 2000.
COME CLOSER, 2007.
PALAVRA PLÁSTICA, 2009.